SERIADOS DA VIDA

Olá pessoal, tudo bem? Outra coisa que sinto muita saudade são os seriados que eu assistia toda vez que chegava do colégio, ah que tempo bom. Recordei a sessão da tarde, agora recordo os seriados!


Boa Sorte Charlie


Eu, a Patroa e as Crianças


Esse eu assisto até hoje e não abro mão, continuo achando a mesma graça haha

H2O: Meninas Sereis


Meninas que sempre quiseram ser sereias bate aqui! kkk

 As Visões da Raven


Todo mundo odeia o Chris


Arnold


Um maluco no pedaço


Três é demais


Relembrar é bom demais não é mesmo? Vocês também assistiam esses seriados?

COISAS QUE FAZEMOS PARA COMPLICAR A VIDA




1. Tentar mudar as pessoas


É preciso entender que ninguém muda ninguém, o que acontece é que as pessoas podem melhorar em alguns aspectos que não te agradam tanto mas elas precisam querer, isso não acontece à força.


2. Ser dramático(a)


Complica demais a vida, os relacionamentos familiar ou amorosos. Há coisas que são simples de serem resolvidas e quando se faz muito drama se perde muito tempo.

3. Se culpar por tudo


Entenda que nem tudo é sua culpa, tudo acontece como tem que acontecer e toda escolha tem uma consequência, fica com esse sentimento não vai mudar a situação.

4. Guardar mágoas


Já parou pra pensar que a vida passa depressa? Guardar sentimentos ruins não faz bem pra saúde, não perca tempo colecionando mágoas, perdoe e seja feliz. Quando perdoamos estamos fazendo um bem à nós mesmos.


5. Ser pessimista


Pensar e falar que nada vai dar certo faz com que não dê mesmo viu, a gente atrai aquilo que pensa e acredita. Dê uma chance pra si mesmo e confie que vai conseguir tudo que quiser, basta ter força e determinação, nenhum obstáculo é maior do que sua vontade de vencer.

6. Tentar ser perfeito


Ninguém é perfeito mas tem muita gente que almeja a perfeição como o ar que respira. Todos temos defeitos, falhas sejam físicas ou de instinto, aceitar isso é fazer com que a vida seja mais leve.

RESENHA CONTO: "VOCÊ É REAL", DAYENNE MACHADO

Livro II da Duologia Sonho da parceira Dayenne Machado. Confira a resenha do livro I AQUI.


Sinopse:


O que fazer quando você descobre que sua vida foi um sonho e que você é arrancado desse sonho sem um aviso prévio? 

Allyson é uma bela mulher que teve metade de sua vida interrompida por conta de um grave acidente. Ela acorda em um lugar estranho e o choque de saber que tudo aquilo que ela pensou que era real, não passava de uma grande mentira criada pela sua cabeça pode ser demais para ela. Depois de se recuperar do fatídico acidente, a jovem não quer mais perder nenhum minuto sequer de sua vida. Até onde um sonho pode ser real? Ally irá descobrir que o senhor destino está brincando com ela.


Resenha:


Allyson acorda em uma cama de hospital e demora um pouco até entender o que aconteceu. Só lembra de ter passado mal enquanto estava no banho junto com Alexandre. O médico foi ao seu encontro e lhe contou que havia acabado de acordar de um coma em que estava há 9 anos após um acidente de avião. Seus pais não permitiram que desligassem os aparelhos na esperança dela acordar.

Ally ficou confusa com o que lhe falaram, perguntou para a mãe onde estava Alexandra e ela disse não saber de quem se tratava. Então ela contou tudo que viveu pra mãe e esta lhe disse que só pode ter sido um sonho, pois nada daquilo era real. Quando aconteceu o acidente Ally tinha 17 anos e estava indo visitar seu avô de avião junto com um namorado, este teve alta logo.

Ela ficou triste em saber da verdade. Podia sentir que Alexandre não era fruto de sua imaginação. Um mês depois de ter acordado do coma Ally recebeu alta para recomeçar sua vida. Começou a cursar faculdade de jornalismo, decidiu ir morar sozinha e foi trabalhar com o tia numa editora que mais à frente iria comandar. Aos poucos sua vida foi entrando nos eixos e o destino lhe surpreendeu quando conheceu um dos designers chamado Luca, ele era o mesmo do seu suposto sonho. Ally sentiu um carinho imenso por ele e logo se tornaram amigos. 

Ela resolveu lhe contar sua história na esperança dele conhecer Alexandre, mas infelizmente não conhecia e sua ilusão foi confirmada. Mas isso mudou no dia que teve uma reunião na empresa e no meio dos empresários estava ele. Alexandre. Lindo e sedutor. Do mesmo jeito do sonho. Ele era real. Ally mal podia se conter de tanta emoção. Ao vê-la, Alexandre disse que tinha impressão de que já a conhecia. Em outro momentos eles conversaram um pouco e surgiu um clima muito bom. 

Para Allyson a sensação era de reencontro, já para Alexandre ela não sabia. Estava em dúvidas se deveria contar ou não do sonho pra ele, pra tentar entender o que aconteceu e o porquê de ter imaginado aquilo tudo antes mesmo de acontecer. O que ela não sabia era que ele tinha mais respostas do que pensava...


Ele me mostrou ser um Alexandre melhor do que o Alexandre do sonho, coisa que não imaginei ser possível.


A maneira como a autora fez essa continuação me deixou encantada, fez muito sentido e não ficou nenhum ponto solto. Fiquei novamente surpresa com o desenrolar dos fatos. Está de parabéns por essas obras lindas :) 


LEITURAS DE SETEMBRO

Olá pessoas, como foram suas leituras do mês passado? As minhas achei pouca como sempre kk queria ler milhares, mas considerando que foi um mês de muita correria, trabalhos e provas da faculdade, posso dizer que foi bastante. 



Cada um de nós traz dentro de nosso interior recursos importantes, capazes de resolver nossos problemas. Cabe a cada um encontrá-los. Às vezes nos deparamo buscando soluções em todos os lugares quando, na verdade, nós mesmos temos a solução. Nos deixamos rotular pela sociedade, muitas vezes vivemos uma vida que não é nossa. Nos transformamos no outro, quando o nosso EU grita por liberdade. Assim, temos que aprender a ter resiliência, para superar nossas decepções, medos e angústias e nos tornarmos mais fortes. Nos conhecer interiormente é essencial para mudarmos as histórias de nossas vidas. Todos podemos ter histórias com finais felizes, só depende da forma como nossas histórias estão sendo escritas. Este livro nos ajudará no autoconhecimento e a nos encontrarmos.

Lara, uma garota homofóbica, se vê sozinha no mundo após a morte da mãe que, antes de partir, revelou um grande segredo. A busca pelo desconhecido faz com que Lara reveja seus conceitos. Ensinando a ela que todas as formas de amor são válidas, mesmo que estejam escritas em linhas tortas.


Às vezes, não esperamos e nem estamos preparados para o amor, mas, de repente, um olhar cruza com o nosso e é o que basta. As pernas tremem, o estômago revira, o coração bate descompassado e um sorriso insiste em se projetar em nossos rostos. Está feito, ele está ali, o amor em muito mais do que suas quatro letras. É tudo muito lindo, mas não se iluda; se não for a hora certa, ainda que não morra, ele não ficará. 



Ukel mora na capital do reino de Gor, em um mundo fantástico repleto de magia, monstros e sangue, mas ele é apenas uma criança. Com o fim da Guerra Arcana, a cidade onde vive recebe refugiados do norte e sua vida muda ao conhecer Merienir, uma elfa de cabelos prateados, e Farem, um órfão fanfarrão de Gor O Corvo Negro mostra a escalada de Ukel em sua vingança e no mundo do crime, se tornando o mais famoso e temido corvo, um caçador de recompensas. Traição, sangue e malícia guiam o caminho do jovem em uma trilogia empolgante onde o protagonista é um egoísta sem redenção.



RESENHA LIVRO: "AMOR IMPOSSÍVEL", E. L. WOODS

Olá meus amores, a resenha de hoje é um romance de época da autora parceira E. L. Woods, espero que gostem :)




Sinopse:


Melise perdera os pais e o irmão de uma só vez e não havia outra saída a não ser ir embora para sempre, antes que o herdeiro daquele lugar que fora o seu lar durante toda sua vida chegasse. Estava a caminho de Kinsley House, em Hamptonshire, onde seria a preceptora da filha de Andrew Clark, um viúvo que não acreditava no amor genuíno entre um homem e uma mulher. Quando chegou e teve um vislumbre da beleza daquelas terras Melise pensou que poderia ser feliz novamente. Mas não contava se apaixonar pelo lindo patrão. Poderia esconder esse amor daquele que, aos olhos de toda uma sociedade, era proibido para ela e que não tinha a menor intenção de casar novamente?


Resenha:

Melise tinha 21 anos quando perdeu seus pais e seu irmão em um acidente, quem herdara a propriedade em que morava foi um primo e ela teria que sair de lá. Sem ter mais nenhum parente próximo deixou sua cidade e partiu para Kinseley House para trabalhar como preceptora de uma menina de 10 anos. Nunca havia exercido tal função, mas por sorte conseguiu o emprego. O pai da menina viajava muito e precisava de alguém para cuidar dela. Melise ainda estava de luto, mas precisava recomeçar sua vida. Victória era uma criança adorável e elas logo se tornaram amigas.

O pai de Melise sempre foi contra as normas da sociedade e a deixava livre para aprender muitas coisas, então ela tinha muitas habilidades, sabia tocar piano, falar outras línguas, jogar, costurar, dentre outros. Tudo que sabia tentava ensinar a Victória, pois havia tido o consentimento do pai dela, Andrew Clarck, um viúvo de 33 anos que não acreditava no amor. Casou-se com a mãe de sua filha muito novo para manter as aparências, mas não a amava. Kaitlin morreu ao dar a luz e desde então Andrew não quis casar novamente, não tinha intenção de manter nenhum vínculo afetivo.


Não se sinta culpado. Afinal, o senhor não fez nada que eu não tivesse permitido, como sempre acontece, aliás. - Melise pág. 115

Já Melise, acreditava no sentimento e decidiu que só casaria na presença dele e se houvesse reciprocidade, mas na posição de preceptora seria difícil arranjar um amor - ou não. Ao retornar da viagem Andrew deparou-se com aquela linda mulher que despertou os sentidos que há anos estavam adormecidos, encantou-se pela preceptora da filha e surpreendeu-se com seus diversos talentos. Melise ficou igualmente encantava com o patrão e ficava desconcertada sempre que estava na presença dele.

Victória estava cada vez mais apegada a Melise e insistia em chamá-la de mãe. Era uma criança muito esperta e sentiu o clima entre o pai e a amiga e fazia de tudo para aproximar os dois usando suas artimanhas. Mas desconhecia o fato deles já terem se envolvido e Melise ter planejado ir embora, pois Andrew a pediu em casamento por acreditar que havia manchado sua honra, mas ela recusou porque achava que ele não nutria por ela os mesmos sentimentos que ela tinha por ele e jamais se casaria para amar sozinha. Só que Andrew também a amava, mas era tão orgulhoso que não conseguia admitir nem pra si mesmo quando mais pra Melise.

A realidade mostra-nos que a vida apresenta-se como é, e não como a gente quer. Muito menos como a gente sonha. - Melise pág. 188

Ele corre o risco de perder seu amor por medo de assumir o que está sentindo. Seu melhor amigo Josh tenta de todas as maneiras convencê-lo a mudar de ideia, mas este encontra-se irredutível. Terão alguns acontecimentos que colocarão Andrew "na parede" e ele precisa fazer uma escolha, e independente da decisão terão consequências e ele precisa estar disposto a aceitá-las.

Uma história linda e envolvente. Melise é uma menina inocente em alguns aspectos, mas com atitudes de mulher madura que sabe o que quer. A determinação dela e admirável, mas também é muito teimosa e precisará sofrer para mudar algumas atitudes. Victória é uma fofura e me apaixonei por ela. Andrew é um cabeça dura que prefere sofrer calado ao invés de abrir o coração e ser feliz, mas me fez gostar dele o fato de ser cuidadoso e mesmo fazendo tudo errado a intenção é a melhor possível, guardando o amor que sente por acreditar que está deixando-a livre e isso é muito bonito da parte dele. Tem Josh também que me encantou muito com seu jeito de ser, também ficou viúvo mas casou-se por amor e falava sempre sobre o sentimento para o amigo.




LINKS: POSTS LIDOS NO MÊS

Olá pessoal, mais uma vez trago links que achei interessante e que possa servir pra vocês também!




Eu fiquei louca nesse post, cada biblioteca maravilinda que me deixou com muuuita vontade de conhecer. E claro que eu não ia surtar sozinha haha. Vão lá conferir!


Dicas muito úteis pra quem ta naquela correria e não quer prejudicar as leituras.


Lindas inspirações para deixar seu cantinho bem lindo e aconchegante. Só porque é pequeno não quer dizer que não seja possível arrumar :)


Eu estava bem resistente quanto a isso por amar ler, mas o post foi bem interessante e convidativo :)


Atenção mamães, papais, titios, titias, dindos e dindas haha. Dicas bem legais para que os pequenos iniciem as leituras e se apaixonem por esse mundo literário!