RESENHA LIVRO: "NOITES DE SOL", BRUNO BUCIS

Oi meus amores! Tava sumida aqui, me perdoem. Estava com os dias muito corridos devido aos estudos e trabalho. Mas estou de volta com a resenha de um livro super lindo do autor parceiro Bruno Bucis.


Sinopse:

A noite e o dia são coisas que só se misturam perfeitamente em dois lugares: no céu de Brasília e na mente de Soraya. Soraya, a Sol, é uma adolescente da periferia do Distrito Federal que narra os (poucos) altos e (muitos) baixos de seu último ano no ensino médio. Acompanhada de seus amigos que não são tão inseparáveis como ela imagina, a cada capítulo, Soraya descobre que amadurecer é mais difícil do que qualquer prova de gramática.

Em uma trilha sonora de clássicos da MPB, ela busca conforto para as mudanças que o tempo lhe traz, como: ver o namorado ir embora junto com o pôr do sol; ver amizades antigas se apagarem em uma noite; mas também ver brilhar a luz de novos amores a cada dia. Amores. No plural. Mesmo com o coração dividido, ela terá de aprender que a relação mais difícil de se administrar é consigo mesma.


Resenha:


A história é narrada por Soraya, uma adolescente - quase adulta, que conta como leva sua vida e um pouco sobre as pessoas que a cercam. Vive constantes situações embaraçosas, tristes e decepcionantes que surgem na vida de qualquer um e que devem ser superadas, mas a Sol prefere fazer drama. Ela começou a analisar as consequências de cada ato e percebeu que o término do namoro não era o fim da sua vida, mas o começo. Ou melhor, recomeço! Percebeu que muitas coisas tanto na aparência quanto no seu jeito de ser eram manipuladas pelo ex e resolveu fazer tudo conforme sua vontade.

Adotou uma aparência que condizia com o estereótipo de lésbica. Não costumava seguir os padrões da sociedade e era muito criticada por isso. Não é a menina mais bonita da escola, é aquela com uns quilinhos à mais e espinha na cara. Mas mesmo não tendo tanta beleza conseguiu namorar um ano e meio com Luiz, o colírio dos olhos das meninas. Até que um dia, Sol e o mundo dela desabou. Era nele que ela colocava todas as expectativas. Não demorou muito para superar aquela perda, mas ao vê-lo se exibindo na escola ao lado da garota mais popular a deixou desconcertada.

Não há nada mais bonito do que ver alguém investindo em você - muitas vezes quando nem você tem esperança.

Era filha de pais separados, morava numa periferia da Ceilândia. Não tinha luxo nenhum, mas também não passava necessidade. Ir à escola não era muito a sua praia, mas ao chegar lá juntava com seu grupinho a aprontava várias travessuras de crianças mesmo, mas eles se divertiam demais. Fernando, Dani, Pedro, Vanúzia e Sol eram inseparáveis. Até que um dia um deles diz que vai morar em outra cidade e essa informação acaba abalando o grupo. Depois Dani e Pedro tiveram um caso e ela engravidou, o que virou uma confusão e por fim Vanuzia interpreta errado uma situação e acaba fazendo besteira com sua melhor amiga.

Tudo sai fora do eixo e Soraya não é a melhor pessoa para lidar com esse tipo de coisa, aliás, não é uma boa pessoa para lidar com nada, simplesmente não sabe o que fazer e piora tudo. Para tentar esquecer o embaraço que sua vida se tornou resolve curtir com um carinha, mas na verdade ela gosta de outro, então já sabem no que dá né? E por aí vai.

Mas nem de longe essa é uma história ruim, pelo contrário, foi um livro que eu amei demais, fui devorando as páginas sem nem perceber. Me fez entender que nem tudo vai ter uma resposta imediata, mas a nossa reação define como ela vai ser.

Se apressar em fazer as coisas acontecerem não é uma boa escolha, se tiver que ser no momento certo será. E ao decorrer da leitura percebi que muitas coisas eu já sabia mas não praticava e fui aprendendo junto com Soraya essa prática. Me sentia parte do enredo e pude sentir a intensidade da personagem. As pessoas que a cercam não medem as palavras e isso machuca claro, mas não torna o centro da vida dela, ela finge não ouvir e segue com suas atividades, diante disso consegue de fato esquecer. E isso acaba irritando bem mais do que se ela tivesse revidado as ofensas.

Só tenho a agradecer ao Bruno é parabenizá-lo por esse livro maravilhoso. Amei demaaaaais!!! 


A vida é mal dividida. Nada acontece como esperamos. As coisas importantes são sempre mais curtas do que as aborrecidas e tudo acaba antes que se entenda direito o que aconteceu.


Não sabemos lidar com o que a vida nos prepara, somos apenas levados por ela.


Amenizava as palavras, como se, mudando as letras, o significado fosse ferir menos.

Para alguns sou uma privilegiada; para outros, uma inadequada. Nunca me encaixo.

RESENHA LIVRO: "APÓS UMA TRAGÉDIA, UM RECOMEÇO", PATRICIA MORAIS



Olá meus amores, tudo bem com vocês? Recebi um e-mail bem legal da Editora Katzen, informando sobre um concurso que eles estão promovendo para dar dois exemplares da autora Patrícia Morais. Foi me enviado alguns capítulos do livro para eu fazer minhas impressões! Estou bem feliz em poder participar, espero que gostem.



Sinopse:

Patrícia é uma mulher moderna do tipo que trabalha muito, está sempre se preocupando com as finanças, com o bem-estar da própria família e que nunca pensou ou quis ter um cachorro em meio a tudo isso para administrar. Mas tudo mudou quando sua filha ganhou de presente de aniversário uma supergracinha de vira-lata que se tornou parte da família. As coisas iam bem até que um trágico acidente aconteceu e Patrícia precisou administrar a dor da perda e disse a si mesma, após o trauma monstro que viveu, que nunca mais teria animal algum em sua vida. Até que um toque do destino muda tudo.

Resenha:

Patrícia sempre teve medo de cães pelo fato de ter sido quase atacada por um. Então cresceu sem ter afinidade por eles e nunca cogitou a possibilidade de ter um. Mas seu pai amava esses bichinhos e depois que Patrícia casou ele insistiu muito para que ela comprasse um, mas ela achava fora de questão. Até que um dia no aniversário de três anos de sua filha ele resolveu  dar uma cadelinha de presente a sua neta. Patrícia não gostou nada da ousadia do pai mas quando pensou em contestar a pequena garota já estava saltitante de alegria com a nova companhia. 

Sem muita escolha resolveu dar uma chance para a filhote e reconheceu que era muito linda e esta ganhou seu coração e o de todos que a conheciam. A nova moradora da casa recebeu o nome de Pretinha. A cadelinha foi crescendo linda e saudável, Patrícia confessa que a pequena trouxe muita alegria para o lar e ela amava ver o sorriso de satisfação de sua filha.

Por conta da alergia da filha, Pretinha ficava na garagem e quem mais cuidava dela era seu marido. Tudo ia muito bom, todos conseguiram se adaptar muito rápido até que aconteceu um acidente muito triste com a doce cadelinha. Esse ocorrido deixou todos muito sentidos por bastante tempo, a alegria deu lugar a tristeza. E o pior foi dar a notícia para a criança que já amava muito a amiguinha. Passaram incríveis momentos juntos que infelizmente teve um fim. Foi um trauma para todos principalmente para Patrícia, que abriu uma exceção para aquela cadela ter um espaço em sua casa e em sua vida, aprendeu a gostar do animal e de repente perdeu seu novo amor.

O desespero nos cegou, nos atordoou de tal forma, que é realmente inexplicável. O sofrimento às vezes apresenta formas bruscas que vão além de nossas forças.

A partir daquele dia resolveu que não iria querer afinidade com animal nenhum. Mas aí entra a parte do recomeço da história... Como sua filha estava muito triste e desanimada, decidiu comprar um coelhinho para curar aquela ferida. E essa atitude foi a melhor a ser feita, pois a criança ficou muito alegre. Aquela família voltou a se divertir com a nova distração da casa e aquela dolorosa perda já não doía tanto quanto antes, mas claro que não serão capazes de esquecer que um dia Pretinha fez parte da vida deles.

Já estou apaixonada por essa história real e tão emocionante. Assim como Patrícia eu também não tinha muita afinidade com cães, ainda não tenho muita, mas quando tive a ideia de ter um foi no mesmo tempo em que a cadela de um amigo estava bem mal e acabou falecendo e eu fiquei tão mal que desisti de ter uma por medo de que ela sofresse também. Com a leitura podemos ficar mais próximos dessa família linda que passam muitos momentos lindos e foram capaz de superar os ruins. 

NOVIDADE

Boa tarde meus amores. Se liguem na super promoção da Andross Editora. Todos os livros do catálogo estão por apenas R$7,00. Visitem o site e escolham os seus livrinhos, tem pra todos os gostos. Vou postar aqui alguns que me interessaram.


                 
         
                 

                  

QUOTES DO LIVRO "O LADRÃO DE SONHOS", SIDNEI COELHO

Fiz a resenha desse livro AQUI e destaquei alguns quotes lá, mas tinha outros que amei então vim fazer um específico de quotes haha. Espero que gostem!


As pessoas têm o costume de desistir fácil demais umas das outras, principalmente quando essas não atendem as suas necessidades.

Nem tudo que parece loucura, de fato é. Mistérios existem muito além do que acreditamos e conhecemos.

Nunca é tarde para realizar sonhos e só envelhecemos de verdade quando não encontramos mais forças para lutar. O tempo é relativo, ele só consegue mudar de fato a nossa aparência e nada mais do que isso.

O amor consegue penetrar nos corações mais endurecidos e transformá-los. Se você ama, o mundo se torna um lugar melhor para viver.

Quando nos libertamos das amarras que nós mesmos criamos, damos a chance de conhecer a nós mesmos de uma forma que não sabíamos ser. E, ao conhecer, percebemos o quão pequenos éramos e o quão grande podemos nos tornar.

RESENHA LIVRO: "UM EDUARD", LUCIANO QUEMELLO

Oi gente, a resenha de hoje e do livro que recebi do autor parceiro Luciano Quemello.


Sinopse:

Um homem atormentado e uma psicóloga são os personagens centrais de uma obra que trata dos conflitos contemporâneos, sejam os amorosos ou os superficiais, numa época em que o encantar-se, o apaixonar-se, o gostar e o amar se confundem. O livro "Um Eduard" traz à tona a reflexão sobre o medo de acreditar na existência de alguém ideal para se envolver, os encontros e desencontros com corações de isopor e as cansativas paixões de porcelana, quase sempre influenciadas pelas redes sociais e pelos aplicativos de conversas. 

As páginas colocam à mesa o debate sobre as mulheres que estão por trás das máscaras da prostituição, os desejos sexuais silenciosos, a infidelidade conjugal , a sedução para preencher um vazio que só aumenta, pessoas que colecionam contatos de conquistas como troféus, os bastidores do machismo e do feminismo, o julgar o outro sem conhecê-lo, as agressões, a carência, o desespero, a depressão, o reerguer-se após um trauma, o que  é tradicional versus o que é prazeroso sem compromisso, e muitos outros pregos que estão espalhados pelo chão de um mundo descalço.


Resenha:

Eduard era um homem que tinha urgência em resolver sua vida, por isso procurou a ajuda da Dra. Claire, uma psicóloga. Ele mente muito, é algo que lhe dá prazer, e usa para conseguir o que quer. Não consegue amar, sai com muitas mulheres de programa para tentar se satisfazer e no final de cada ato ele repete para si mesmo como se fosse um mantra: "Saciado, financeiramente arrependido e mais vazio". 

É muito observador, analisa as coisas com o máximo de cuidado. Também é manipulador, presunçoso e misterioso. 

Claire não vivia muito bem com o marido, durante o dia ajudava seus pacientes na resolução dos problemas e à noite tinha que lidar com Júlio. Ele estava desempregado e frustrado e acabava descontando toda a raiva na esposa.

Eduard usa a conquista como uma terapia. Ele precisa estar no domínio para poder se sentir bem, e essa sensação é passageira, mas ele não consegue abandonar esse vício. É uma boa pessoa, tem um bom coração, faz de tudo para agradar aqueles que o cercam e não faz nada contra a vontade de ninguém, mas uma vez que lhe der liberdade, ele ultrapassa os limites, precisa de muito para se saciar e no fim continuava vazio.

Sou grande, e me esvazio depressa quando me encho de gente pequena. 

A única mulher que Eduard gostou e tinha muito carinho era Larissa, uma garota de programa na qual se tornou amigo. Ela não o via como apenas mais um cliente, gostava realmente dele. 

Já era um homem mas que estava agindo como um moleque, foi a maneira que encontrou para tentar esquecer seu passado trágico que o assombrava. Quem olhava pra ele tinha a impressão de ser muito bem resolvido, o que não era. Na verdade ele ocultava suas fraquezas, sabia se comportar em meio as pessoas para não deixar transparecer seus problemas. Também tinha uma alta capacidade de influenciar quem estivesse ao seu redor.

Durante as consultas a Dra. Claire pediu para que ele perguntasse para todas as mulheres que se relacionou o que gostou nele. E as repostas foram sinceras, destacaram seus defeitos, mas as qualidades prevaleciam. 

Não podemos exitar que os problemas cheguem, mas podemos aprender a responder de forma melhor a eles.

A psicóloga começou a traçar uma análise sobre seu paciente e percebeu que ele tentava desviar o foco da consulta para ela, o que era muito estranho. A dr. Claire confessa que este homem é realmente desconcertante e consegue fazer com que ela tenha ideias de como agir em casa com o marido. Por vezes se questionou se escolheu a área certa ou se estava fazendo da maneira correta, pois não sabia mais lidar com seus próprios problemas.

Depois de muito analisar esse caso com a ajuda de diários de Eduardo relatando alguns acontecimentos exceto os mais relevantes para o tratamento, que estavam com as páginas rasgadas, mas mesmo assim ela chegou a um denominador comum e poderia sim ajudá-lo a resolver seus conflitos internos. E quando estava prestes a contar para ele, Eduard desaparece...

Um dos fatores presentes no diagnóstico é tendências suicidas, Claire precisa encontrá-lo e impedir que ele faça alguma besteira. Páginas de adrenalina começam a compor a história e eu fiquei sem piscar os olhos kkk, muito interessante como o autor desenrolou os acontecimentos. Foi uma história rica em detalhes e que despertou meu interesse em analisar.

RECEBIDOS DE MARÇO

A alegria de cada mês é receber esses carinhos em forma de livros desses autores tão maravilhosos, mais uma vez venho compartilhar com vocês o que recebi, pense numa pessoa feliz rsrs. Em breve resenha de todos!!

   

    

   

    


Futuros Roubados - Fernanda Caleffi

Brilho Eterno - Edna Nunes

A Fonte da Juventude - Ruben Pais

Duquesa de Ferschutte - Amanda FAbreu

Após uma Tragédia um Recomeço - Patrícia Morais

Os Opostos se Distraem - Day Fernandes

Sob a Minha Pele - Day Fernandes

A Fortaleza: Mundo Sombrio - Day Fernandes

TAG: UM LIVRO QUE...



1. Um livro que te deu preguiça?

Mil Dias em Veneza (resenha)

2. Um livro que te deixou suspirando?

Telegramas (resenha)

3. Um livro que te deixou de ressaca?

Anjo da Escuridão (resenha)

4. Um livro que você indica para todo mundo?

De Encontro à Minha Vida (resenha)

5. Um livro que você sempre reler?

O Futuro da Humanidade

6. Um autor preferido?

Augusto Cury

7. Uma autora preferida?

Martha Medeiros

LEITURAS DE MARÇO

Olá meus amores, mais um mês se inicia - o ano tá voando - desejo que seja um mês abençoado! Hoje trouxe os livros que li em março e não é mentira kkk. Confesso pra vocês que gostaria de estar lendo beeeem mais, na verdade gostaria de ficar o dia todo só lendo mas nem tudo são flores né? rsrs

   

Numa realidade alternativa, não muito diferente da que conhecemos, todos têm a opção de deixar de envelhecer através da toma de um medicamento milagroso, a Cronostase. Para Marco Stanislau, a decisão de tomar ou não o medicamente é complicada e pesada, vai e vem com o vento ou com o impacto dos que o rodeiam. Uma punk de cabelos coloridos, eternamente adolescente. Um jovem intelectual com teorias analíticas sobre a idade perfeita para estagnar o envelhecimento. Uma charmosa cantora de quase-Fado para quem a juventude é sagrada. Um ancião carpinteiro com conselhos contraditórios. Uma criança com quem um cigarro é partilhado. Uma mãe, uma avó e um leque de aldeões que viram Marco crescer na sua terra natal. Para uns uma bênção. para outros maldição. Diz-me lá então, se dependesse só de ti, quando é que tomarias?

 

São necessários poucos segundos para que uma atitude leviana seja tomada, para que uma mentira ardilosa seja contada, para que uma transgressão cruel seja ocultada. Mas, as consequências que elas geram duram uma eternidade. Arrasam vidas inteiras, mancham passados, destroem presentes, roubam futuros. E haja o tempo que houver, não se volta atrás. Porque tempo nenhum desfaz o que já foi feito, conserta o que não tem conserto.

      

Sou um completa estranha, desconhecida de mim mesma. Uma mulher comum, vivendo uma vida comum. Ainda assim, desconheço minha própria identidade. Há em meu interior um mundo totalmente obscuro, construído ao longo dos anos por meio de decepções, desilusões, mágoas, temores, ressentimentos, perdas... Decidi não mais ignorar dentro de mim e relato aqui minha jornada, um caminho que trilhei em busca de desvendar a mim mesma. O que eu sou? Quem eu sou? O que há sob minha pele?


A vida de Amanda nunca foi um mar de rosas. Aos 27 ano, recém-formada em jornalismo e atuando como blogueira na região sul do Brasil, ela recebe o convite de casamento da melhor amiga de infância e com ele, a oportunidade de resgatar amizades e memórias do passado. O que Amanda nem imagina é que durante a viagem, além de reencontrar as pessoas que foi forçada a deixar para trás, terá a chance de viver uma história de amor. E confusão!


12 capítulos

Aos 27 anos e sem muitas perspectivas de ser mais que uma dona de casa, Rafaela vive submissa às vontades de seu marido Marco. Um homem lindo e rico, mas vítima da Síndrome de Peter Pan é completamente obcecado por ela. Atraída pela curiosidade, Rafa entra num casarão centenário e lá conhece seu Zé. A afinidade e imediata e eles estreitam laços de amizade de forma apaixonante e e comovente. Ela decide romper com o passado e lutar por seus sonhos. De forma simples e objetiva, seu Zelhe ensina que, nada acontece por acaso e que, apesar da vida parecer efêmera, seremos eternizados se fizermos algo de bom ao passarmos por ela. Mas o destino é cheio de armadilhas e a faz enfrentar, além de Marco, muitos outros obstáculos, que só a fortalecem, e a colocam frente a frente com a maior prova de que anjos existem e o homem de sua vida poderia ser um. Ao entrar naquele casarão, Rafaela descobre que todos podem ter e ser um brilho eterno.


Em 2020 e 2022 o Brasil volta a ser uma monarquia por motivos de corrupção e derrota que o país vive. O único herdeiro Alexandre assume o poder como Rei. Ele vem a se casar com a Rainha Consorte Marina. Seus herdeiros são Helena e Henrique. Anos de um país em progresso se passam até chegarmos ao ano de 2046. Quando conhecemos a jornalista paparazzi em uma carreira de fracasso Lisa de Carvalho Santina que acaba indo parar no Castelo e lá ela precisa se reinventar, redescobrir, aprender a cuidar do seu comportamento compulsivo para se tornar quem as pessoas realmente precisam que ela seja. É claro que tudo não aconteceria se não houvesse aquele gostinho de romance por dois homens que de igual só possuem a coroa. Os sacrifícios serão muito mais pesados do que uma garota consegue imaginar.


9 capítulos

Patrícia é uma mulher moderna do tipo que trabalha muito, está sempre se preocupando com as finanças, com o bem-estar da própria família e que nunca pensou ou quis ter um cachorro em meio a tudo isso para administrar. Mas tudo mudou quando sua filha ganhou de presente de aniversário uma supergracinha de vira-lata que se tornou parte da família. As coisas iam bem até que um trágico acidente aconteceu e Patrícia precisou administrar a dor da perda e disse a si mesma, após o trauma monstro que viveu, que nunca mais teria animal algum em sua vida. Até que um toque do destino muda tudo.


Dalila era uma jovem de 24 anos que estava com uma maldição. Todos os dias às 18h ela virava um pássaro e só voltava a forma normal quando amanhecia. Para se ver livre disso precisava encontrar um amor verdadeiro, caso não encontrasse viraria pássaro para sempre.


Leituras de Janeiro

Leituras de Fevereiro