RESENHA DO LIVRO: "A COLINA ESMERALDA", SIDNEI COELHO




Sinopse:

Nesse livro conhecemos Patrick, um surfista que após um acidente se esqueceu do passado e está à procura de Manuela, o seu grande amor. O jovem encontrou muitas coisas por onde andou e acabou por contemplar o sorriso mais lindo, aquele que o cativou. Mas a vida é surpreendente, pode acontecer de o vento soprar para o lado errado e nos mudar completamente de direção. Foi o que aconteceu com Patrick. Ele partiu em busca de uma nova aventura e o acaso o fez esquecer o mais importante. Ele se acidentou em alto mar e perdeu completamente a memória. Tempos depois acordou na casa dos pais e nada fazia sentido. Foi então que algo lhe aconteceu, ele ouviu um cantar e a partir daquele instante as coisas mudaram dentro do rapaz. Ele fechava os olhos e podia vê-la. Todos achavam que era um delírio, no entanto, o seu coração lhe dizia para encontrá-la. 


Resenha:

Patrick é um rapaz aventureiro que gosta de aproveitar a vida intensamente, curte cada momento como se fosse o último. Viajava muito com os amigos para praias que tivessem fortes ondas, pois ele amava surfar. Não tinha medo, sentia-se atraído pelo perigo e uma boa dose de adrenalina. Participou de um campeonato que deu um impulso nesse seu amor pelo surf e o fez ficar mais destemido. Patrick saiu em busca de seus objetivos juntamente com seus amigos. Visitaram vários lugares, conheceram várias culturas.

Aos 23 anos ele já era muito responsável e sabia dar valor às coisas mais simples. Quando ficava sabendo de um lugar com as maiores ondes é pra lá que ia.  E em uma dessas viagens, o jovem conheceu Manuela, uma garota muito bonita capaz de mexer com o coração do surfista. Ela morava em Areia Branca, lugar que continha uma praia muito bonita que Patrick participaria de uma competição. Era um lugar pouco habitado, Manuela morava em um humilde casebre mas tanto ela quanto os demais moradores foram muito receptivos.

Patrick ficou naquele lugar mais tempo do que imaginava. Os dias ao lado de Manuela era maravilhosos, eles passeavam, conversavam bastante e um lindo sentimento surgiu em seus corações, até que resolveram se casar e a felicidade não cabia dentro do peito. Manuela lhe mostrou os mais belos pontos da ilha, como a Colina Esmeralda.

Já estava acostumado a viver dias tranquilos, mas recebeu uma nova proposta para enfrentar as ondas e a saudade do alto mar o dominou. Deixou sua esposa e partiu para mais uma missão prometendo que voltaria para sua amada em breve. Estava animado e mal via a hora de chegar na Praia dos Corais, onde tinha a onda mais perigosa e violenta que iria enfrentar. Essa praia é conhecida como "O Olho do Furacão" e não é pra menos. Patrick sentiu medo pela primeira vez, mas não desistiu, entrou na água e tentou dar o seu melhor, mas não podia com a força da natureza. Logo perdeu as forças e apagou. Quando acordou, não sabia onde estava, havia perdido a memória e o sentimento de vazio tomou conta dele. Passou a viver com a sensação de não pertencer a nenhum lugar.


Certas batalhas precisam ser travadas para que possamos evoluir. O que seria das pessoas sem os erros! São eles que nos transformam. Os acertos são louváveis, entretanto, eles pouco nos ensinam.

Foi encontrado desacordado desacordado sobre uma rocha no dia seguinte do acidente. Seus pais o resgatou e o levou pra casa, mas não contaram nada sobre o ocorrido, nem sobre sua esposa. Não queriam que ele partisse novamente. Mas aos poucos ele foi recuperando a memória e ficou com raiva porque os pais esconderam tudo dele. Quando se recuperou por completo decidiu ir em busca de sua amada, pois prometeu que voltaria.

Embarcou com um grupo de turistas e ficou empolgado, pois em breve reencontraria Manuela, mas sua alegria deu lugar a tristeza quando viu que seria difícil achá-la. Já haviam ido para várias praias e nenhuma ela estava, e ninguém sabia como chegar até lá. Pensou em desistir mas recebeu muitas palavras de conforto de pessoas que nem conhecia. Continuou sua busca esperançoso para ver a mulher que escolheu para dividir seus dias...

Mais uma história de aquecer o coração. Sidnei tem esse dom de despertar um mix de sentimentos bons nos leitores. Todos eles falam de sonhos, mas cada um apresenta um contexto diferente que tem o objetivo de nos ensinar algo. É muito bom ler suas histórias e ao chegar no final ficar um tempo parado só pensando. Sem dúvidas é algo que me acrescentou bastante e recomendo pra todos vocês.



ESPECIAL DIA DOS PAIS: LIVROS QUE CONTÉM PAIS DEDICADOS

Olá pessoal, em comemoração ao dia dos pais, resolvi fazer esse post para destacar os papais mais dedicados e amorosos dos livros, sinto um carinho imenso por eles e espero que vocês também sintam :)



Andrew perdeu sua esposa quando sua filha nasceu e desde então cuida dela com muito amor, carinho e dedicação. Está sempre presente acompanhado seu desenvolvimento, apesar de ser uma menina e a sociedade impor muitas regras, ele faz questão de ignorá-las pensando no bem de sua herdeira.


Ryan também ficou viúvo e teve que cuidar de sua filha, mesmo não tendo nenhum jeito com crianças, procurou aprender e se dedicou ao máximo, trabalhando menos para passar a maior parte do tempo com ela e não perder os melhores momentos.


O pai de Becca é um homem muito compreensivo que sabe falar as palavras certas na hora certa. Conhece a filha perfeitamente e percebe com facilidade o que ela está sentindo. Seu pai é a única pessoa na qual ela não consegue enganar. Suas atitudes são muito sensatas, justas e para o bem dela.


Anitta é uma jovem problemática e teve de ser internada numa clínica de reabilitação, sua mãe a desprezada, já seu pai era quem estava sempre indo visitá-la e fazendo o possível para que a filha saísse daquele lugar para morar com ele.


André dedica seu tempo para cuidar de sua filha Sol de apenas 5 anos que tem problemas em ficar nos locais com muita gente, não se socializa. Na ausência da mãe, ele que supre todas as suas necessidades e faz de tudo para vê-la feliz mesmo que isso custe sua própria felicidade.


Dr. Daniel tem uma vida muito corrida devido aos atendimentos no Hospital. Mas depois do nascimento de Rafinha ele se dedica extremamente ao filho, buscando não abandonar seus pacientes e não deixar de dar a devida atenção ao seu pequeno. Muito dedicado, um pai exemplar (meu crush) rsrs.

DICAS DE PRESENTES PARA O DIA DOS PAIS

Olá meus amores, hoje trouxe algumas dicas de presentinhos para os pais, dos mais baratos aos mais caros também, vai depender das condições de cada um. Espero que gostem!


1. Quadrinhos:





Acho uma graça e é um bom presente. Site para compra.


2. Relógio:



Tem papais que amam colecionar né?


3. Canecas:



É só personalizar da maneira que desejar, com fotos, frases...

4. Sapatos:


É algo comum mas não deixa de ser um bom presente.

5. Kit Personalizado:

Um kit bem criativo que qualquer papai vai amar.


6. Kit de Cosméticos:


Tem vários kits, vai depender do cheiro que cada papai gosta.

7. Livros:


E claro que não poderia faltar os amorzinhos né? haha para os papais que gostam de ler esses são excelentes livros.



Gostaria de dar tudo que indiquei pra vocês pra o meu pai rsrs ele iria amar qualquer um desses. Sempre procuro fazer algo criativo e ele acha o máximo. E ai já escolheram o presente do papis de vocês? Gostaram das dicas? Me contem tudo!

É IMPORTANTE REVER AS METAS PARA 2018

Olá meus amores, tudo bem com vocês?  O ano tá passando muito rápido não é mesmo? Hoje eu trouxe um textinho que fiz depois de presenciar algumas situações e ouvir algumas coisas, espero que gostem e reflitam...




Mexendo na net vi algo falando sobre as metas deixadas para trás. Aquelas metas que todos traçam no finalzinho de 2017. Já passamos da metade de 2018 e muitas delas já foram esquecidas antes mesmo de chegar na metade. Acontece que quando estamos naquele clima de fim de ano parece que tudo está às mil maravilhas, nos sentimos alegres e dispostos a fazer tudo diferente quando o relógio marcar 00:00 de 01 de janeiro. O mês passa e continuamos alegres e motivados, riscando mais um dia no calendário com um sorriso no rosto e sensação boa após ter cumprido todas as tarefas planejadas.

Fevereiro chega naquele clima de carnaval, a alegria aumenta, os embalos das festas deixam todos empolgados e acreditando que o ano está maravilhoso. Depois que acaba é que a rotina volta aos poucos, daí vem a páscoa, mais um clima legal, harmonioso que reúne as famílias e amigos. Tudo lindo né, sem problemas. Abril é o mês que mais tem aniversários -a maioria que conheço completa ano nesse mês, inclusive eu haha. Mais festas, mais comemorações, mais alegria, nem parece que já se passaram quatro meses.

Maio é o mês de Maria, mês das mães, mês das noivas e tem o que? Festa!!! Muitas pessoas criativas enchem suas genitoras de surpresas, se reúnem, fazem homenagem e é só alegria. Assim que encerra o mês já inicia Junho, tem o que? Festa junina. Eita coisa boa: forró, muita comida, fogueiras, quadrilhas e esse ano ainda teve a copa, tem como não amar 2018? Uma maravilha né? Muitos feriados/pontos facultativos, harmonia no trabalho/colégio...

Daí chega julho, fim da copa. Grande festa agora só no Natal. Caramba, já estamos quase chegando lá. E nessa agitação toda onde ficaram as metas? Pra depois, depois de quê mesmo? Aí é que está o problema, muitos ficam frustrados por não terem feito nem metade do que planejaram, apesar de terem curtido muito os meses anteriores. Por isso que lá no finalzinho do ano eu falei que não iria fazer uma lista enorme de cosias a fazer no ano justamente por esses "imprevistos" que acontecem que acabam nos deixando dispersos e alheios ao que deve ser feito. Durante muitos anos anotava milhares de coisas e ao chegar no fim do ano e ver que nem metade daquilo foi cumprido ficava muito decepcionada, e não é pra menos. 

Esse ano fiz diferente, decidi que queria me surpreender, que iria me envolver em todas as coisas que surgisse, iria somar tudo isso como alegrias, mas citei sim algumas coisas que gostaria de fazer até o ano acabar, mas nada de definir dia e horário sabe?  E agora que estamos em um mês mais calmo parei pra analisar e percebi que estou bem feliz por ter vivido intensamente cada momento e ver que também fiz muito mais do que planejei, essa alegria não tem preço. Sem pressão, tudo no tempo certo é a melhor coisa!

Resolvi compartilhar isso com vocês porque talvez alguém agora esteja frustrado por ter milhões de coisas a fazer ainda e sem saber se vai dar tempo, quero dizer que viva o hoje como se não houvesse amanhã, se der pra fazer ótimo, se não der o importante é que você curtiu cada pedacinho do seu tempo e está em paz. Tente executar pelo menos os mais relevantes e o restante vai deixando acontecer. 

RESENHA LIVRO: "A FONTE DA JUVENTUDE", RUBEN PAIS



Sinopse: 


Numa realidade alternativa, não muito diferente da que conhecemos, todos têm a opção de deixar de envelhecer através da toma de um medicamento milagroso, a Cronostase. Para Marco Stanislau, a decisão de tomar ou não o medicamento é complicada e pesada, vai e vem com o vento ou com o impacto dos que o rodeiam. Uma punk de cabelos coloridos, eternamente adolescente. Um jovem intelectual com teorias analíticas sobre a idade perfeita para estagnar o envelhecimento. Uma charmosa cantora de quase-Fado para quem a juventude é sagrada. Um ancião carpinteiro com conselhos contraditórios. Uma criança com quem um cigarro é partilhado. Uma mãe, uma avó e um leque de aldeões que viram Marco crescer na sua terra natal. Para uns uma benção, para outros maldição.

Diz-me lá então, se dependesse só de ti, quando é que tomarias? 


Resenha:



O livro fala a respeito da Cronostase, um medicamento que permite aos seus pacientes interromper o processo de envelhecimento físico após a toma única de uma dose. Os benefícios são: corpo jovem, órgãos eficientes, pele impecável. O físico era preservado mas não se podia dizer o mesmo do psicológico, o que era um malefício. Os Novos Jovens livraram-se das rugas e flacidez, mas a depressão e ansiedade tornaram-se frequentes. Juventude eterna vai muito além de beleza eterna.

Doses excessivas podiam causar efeitos contrários e levar à morte. Foi muito bem recebida pelas pessoas; estas faziam filas nas clínicas para adquirir uma nova forma, uma forma permanente. Não faziam questão de apreciar a terceira idade, exceto Marco, um jovem de 21 anos que cursava faculdade em Lisboa, morava sozinho. Sua mãe morava em Vila do Morro com sua avó e seu pai morava na Inglaterra. Ele não via problema algum em envelhecer naturalmente, queria experimentar cada fase como tem que ser e não tinha vontade de tomar a Cronostase. Mas era constantemente pressionado por sua mãe para tomar o medicamento mas ele sempre dava uma desculpa. 

Certo dia chegou até a ir numa clínica tentar tomar mas acabou desistindo, temia muito as consequências daquele ato. Tinha dois amigos desde que era muito pequeno, Charlie e Russo, desses apenas Charlie havia tomado, ela era bem rebelde e fazia todas as coisas por impulso, já Russo também não desejava tomar, apenas quando tivesse mais idade.

Não poucas vezes Marcos era questionado pelas pessoas que conhecia para tomar logo a injeção e isso estava o deixando muito irritado, pois todos ao seu redor só falava nisso o tempo inteiro. Para ele, essa juventude eterna era muita ilusão, as pessoas só pensavam no exterior e nem um pouco no interior, em preservá-lo.

Se envolveu com Júlia, vocalista de uma banda que já tinha tomado a Cronostase e ele não imaginava qual idade ela teria. Estava gostando muito dela, chegou até apresentá-la para a mãe mas Julia não era de se prender a homem algum, gostava de estar com todos e gostava de dominar. Quando tentou várias vezes fazer com que Marco tomasse o medicamento e este se recusou foi perdendo a vontade de estar com ele. Marco também começara a perceber que sua musa não era tão perfeita quanto imaginava.

Decidiu recomeçar sua vida na Inglaterra junto do pai, partiu em busca de emprego e de uma vida melhor, encontrou trabalho rápido mas este não era nem de longe o que havia imaginado. Passou uns maus bocados mas que lhe serviu de lição. Quando já estava esgotado resolveu voltar para sua terra, só que ela estava totalmente diferente do que havia deixado mas as pessoas ainda tinham a mesma mentalidade só que agindo de maneira diferente. Umas para o bem, outra nem tanto...

Foi um livro muito bom de ler, primeiramente pela história ser instigante que me trouxe muito aprendizado. Quero agradecer ao Ruben pelo carinho e parceira, amei esse livro :)


RECEBIDOS DE JULHO

Mais um mês recebendo amor dos meus queridos parceiros. Amei tudo! Vamos conferir o que chegou?


Livro Acima de Tudo + ímã de geladeira - Vânia Lara

Livro Amores Natalinos - Gislaine Souza

Livro Descubra Seu Propósito - Jussara Souza


Todos os itens de Day Fernandes


Livro Poemas Para Quem Ama - J. L. Souza

Livro 30 Dicas Para Ser Feliz - Dulce Conrado


Pôster do Livro Fortaleza: Mundo Sombrio - Day Fernandes


Marcadores de cada livro e folder - Day Fernandes

Marcadores do livro O Que Pra Mim É Errado - Aline Sales