O ENCANTO NOSSO DE CADA DIA


Ainda bem que o tempo passa! Já imaginou o desespero que tomaria conta de nós se tivéssemos que suportar uma segunda-feira eterna?

A beleza de cada dia só existe porque não é duradoura. Tudo o que é belo não pode ser aprisionado, porque aprisionar a beleza é uma forma de desintegrar a sua essência. Dizem que havia uma menina que se maravilhava todas as manhãs com a presença de um pássaro encantado. Ele pousava em sua janela e a presenteava com um canto que não durava mais que cinco minutos. A beleza era tão intensa que o canto a alimentava pelo resto do dia. Certa vez, ela resolveu armar uma armadilha para o pássaro encantado. Quando ele chegou, ela o capturou e o deixou preso na gaiola para que pudesse ouvir por mais tempo o seu canto. O grande problema é que a gaiola o entristeceu, e triste, deixou de cantar.

Foi então que a menina descobriu que, o canto do pássaro só existia, porque ele era livre. O encanto estava justamente no fato de não o possuir. Livre, ele conseguia derramar na janela do quarto, a parcela de encanto que seria necessário, para que a menina pudesse suportar a vida. O encanto alivia a existência... Aprisionado, ela o possuía, mas não recebia dele o que ela considerava a sua maior riqueza: o canto!

Fico pensando que nem sempre sabemos recolher só encanto... Por vezes, insistimos em capturar o encantador, e então o matamos de tristeza. Amar talvez seja isso: Ficar ao lado, mas sem possuir. Viver também. Precisamos descobrir que há um encanto nosso de cada dia que só poderá ser descoberto, na medida em que nos empenhamos em não reter a vida. Viver é exercício de desprendimento. É aventura de deixar que o tempo leve o que é dele, e que fique só o necessário para continuarmos as novas descobertas.

Há uma beleza escondida nas passagens... Vida antiga que se desdobra em novidades. Coisas velhas que se revestem de frescor. Basta que retiremos os obstáculos da passagem. Deixar a vida seguir. Não há tristeza que mereça ser eterna. Nem felicidade. Talvez seja por isso que o verbo dividir nos ajude tanto no momento em que precisamos entender o sentimento da tristeza e da alegria. Eles só são suportáveis à medida que o dividimos...

E enquanto dividimos, eles passam, assim como tudo que precisa passar. Não se prenda ao acontecimento que agora parece ser definitivo. O tempo está passando... Uma redenção está sendo nutrida nessa hora... Abra os olhos. Há encantos escondidos por toda parte. Presta atenção.

São miúdos, mas constantes. Olhe para a janela de sua vida e perceba o pássaro encantado na sua história. Escute o que ele canta, mas não caia na tentação de querê-lo o tempo todo só pra você. Ele só é encantado porque você não o possui. E nisto consiste na beleza desse instante: o tempo está passando, mas o encanto que você pode recolher será o suficiente para esperar até amanhã, quando o pássaro encantado, quando você menos imaginar, voltar a pousar na sua janela.


Padre Fábio de Melo


52 comentários

  1. Olá, que linda reflexão gosto muito dos textos do Padre Fabio de Melo.

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amo o Padre Fábio de Melo! Ele é incrível!
    Seguindo seu blog!
    Beijos.
    www.aiecharme.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que reflexão maravilhosa! Gostei mesmo muito!

    ResponderExcluir
  4. Texto incrível! Adorei! :)
    www.tudo-em-tres.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelo teu comentário no meu blog. :)
    Gostei imenso do texto e do teu blog, beijinhos. <3

    www.myfashionroutine.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esse texto é lindo, o Padre Fábio escreve muito bem. obrigada por compartilhar.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Que reflexão linda! É o tipo que estava precisando ler hoje, me lembrou aquela frase "deixe ir, se é seu, voltará para você, se não é, é melhor ter ido"
    Beijos, Tau
    versos-de-inverno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Gosto bastante das palavras dele, coisas assim a gente para para pensar de quando em quando e faz todo sentido. Eu preciso olhar mais alegremente as coisas boas e pensar que o tempo irá levar as ruins.

    Zíper Chique

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto! Sou fãzona do Padre Fábio de Melo, ele sempre fala coisas muito interessantes.

    http://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  10. Nossa, que linda reflexão do Padre Fábio de Melo. Inspirador.
    Beijos!

    https://littlegirlreader.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Adorei esse texto do Fábio de Melo. Não devemos aprisionar aquilo que nos encanta porque se não perde a essência mesmo.
    Beijos
    www.infinitafeminice.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi! Adorei o texto, o padre tem um dom muito grande com as palavras. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  13. Padre Fabio tem um dom maravilhoso com as palavras ♥
    beijo

    coloresam.com

    ResponderExcluir
  14. Lindo texto! Inspirador!
    Beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Linda reflexão e o padre sabe bem se expressar.
    Adoro seus textos e frases.

    Beijos!♥
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
  16. Olá, Monyque.
    Esse texto é perfeito. Infelizmente muitos relacionamentos não dão certo porque a pessoa quer possuir o outro e não o que ele tem a lhe oferecer.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, é preciso deixar livre!
      Beijos :*

      Excluir
  17. Olá Monyque
    Que texto lindo, reflexivo e com tanta poetice!
    Obrigada por compartilhar
    Excelente fds pra ti
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada você, fico feliz que tenha gostado :D
      Beijos :*

      Excluir
  18. Se amamos algo, devemos deixar livre. Isso tanto para animais,plantas e pessoas ninguém gosta de se sentir enjaulado
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, se for para ser nosso voltará :D
      Beijos :*

      Excluir
  19. Oi Monyque, tudo bem?
    Gostei muito do texto! Uma bela reflexão.
    Bjus
    Doces Letras

    ResponderExcluir
  20. Que texto maravilhoso.
    Ótimo poste.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Um texto muito belo e que nos faz refletir.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  22. Amazing post dear!

    Would you like us to follow each other? Let me know on my blog.
    xoxo

    http://badassvampire.blogspot.rs/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi, thanks for the visit, I'll follow.
      Kisses :*

      Excluir
  23. Gostei muito de sua resenha, mas não costumo ler este tipo de livro, xero!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Amei o texto! Nao sabia que o Fábio de Melo escrevia!

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir